Nove conselhos para guardar suas informações com backup.

Nove conselhos para guardar suas informações com backup.

setembro 2, 2019 0 Por admin_ciclum
Spread the love

Todo mundo sabe que o computador está sujeito a falhas e provavelmente por esse motivo faz um backup ao menos uma vez no mês

Talvez semanal ou mais responsavelmente diariamente, sendo normal que feito esse backup as pessoas se sintam mais tranquilos e confortáveis. Nos meus 25 anos na área de Tecnologia da Informação) vi muitos clientes e amigos se frustrarem no dia em que precisaram restaurar backups.

É fato que o responsável pelo backup pode ter esquecido de fazer a cópia justamente no dia anterior ao corrompimento do arquivo, ou ainda, ter tirado férias e não passou a rotina para ninguém, e mais provável que fez a cópia mas nunca testou a restauração.

Por esses motivos e para tentar abrir o olho de quem está supostamente tranquilo com suas cópias e por isso resolvi escrever esse artigo listando os nove erros comuns de quem faz backup. Então vamos lá.

Erro 1 – Backup feito em HD Externo

O backup feito em HDs externos são suscetíveis a diversos riscos, sendo eles, – O HD é um mecanismo sensível que pode ser danificado com fontes eletromagnéticas, uma queda no chão pode forçar a agulha de leitura no disco de gravação, pode ser roubado, pode ser perdido e pode estar com trilhas de gravação com o famoso “bad block” que significa que parte das trilhas de gravação estão com problemas de leitura. Resumindo. Não confie em discos externos.

Erro 2 – Cópias feitas pela rede

Se você faz um backup utilizando sua rede para copiar em outra máquina está restrito a velocidade dessa rede, se for 10/100 com certeza seus backups serão lentos e podem ser interrompidos devido a congestionamento na rede ou equipamentos como Switch, Roteadores ou até cabos danificados. Além disso, ter um backup no mesmo ambiente não protegem você contra fogo, inundações e roubos. Também não confie em ter um backup em um computador na sua rede local, pois você pode não tê-lo.

Erro 3 – Sobrescrever o backup anterior sem ter retenções anteriores

Quando você usa uma mídia, um disco externo, um computador na rede e sobrescreve a copia do dia anterior simplesmente está correndo um sério risco de não ter uma backup para restaurar um dia, sabe por que? Essa cópia pode estar contaminada com vírus, Ransomware  ou danificada, então, o que foi copiado ontem não servirá mais hoje.

Erro 4 – Fazer um backup em apenas um local (é como não fazer)

O mais comum na empresas é que se faça um backup só diariamente, seja ele em utro computador na rede ou em um HD externo, mas, nesse caso, não é previsto que um roubo na empresa ou um HD externo roubado ou danificado por uma queda, ou ainda um vírus pode fazer com que esse único backup torne-se nenhum.

Erro 5 – Não fazer teste de restauração

O fato de existir um backup feito não significa que as informações estão integras e seguras, se não houver uma restauração e analise dos arquivos não se pode afirmar que terá sucesso na recuperação. Por esse motivo uma rotina de restauração para teste é importante que seja feito através de rotinas para esse processo.

Erro 6 – Locais de fácil acesso

Se você faz seus backups em locais onde diversas pessoas tenham acesso e possam vê-las e alterá-las pode ser um erro fatal, sendo comum funcionários descontentes ou mesmo usuários da rede que não saibam da importância dos arquivos inocentemente apagá-las ou removê-las.

Erro 7 – Arquivos com Vírus

Ter várias cópias, inclusive se forem incremental e feitas diariamente protege as cópias de ataque de vírus já que será possível  uma restauração anterior a infecção.

Erro 8 – Apenas uma pessoa responsável por fazer ou validar o backup

A rotina de backup geralmente conta com um responsável que ativa a cópia ou gerencia as cópias automáticas, para que exista a continuidade desse processo é importante se ter um segundo responsável que na ausência do titular dará continuidade no processo, enta que pessoas tiram férias, ficam doentes ou simplesmente esquecem.

Erro 9 – Backup com senha, backup sem senha

O controle de acesso aos backups podem ser de diversos tipos, podendo ser física ou lógica. Um backup pode ser criptografado, compactado, protegido por softwares, guardado por senhas e até guardado em cofres. Mas minimamente deve-se protegê-lo com uma senha de acesso.