Como se prevenir contra uma invasão Hacker?

Como se prevenir contra uma invasão Hacker?

janeiro 15, 2020 0 Por Consultoria Ciclum

Primeiramente é preciso reconhecer que nos tempos atuais é quase impossível achar alguma empresa que trabalhe sem acesso a internet. E isso, em outras palavras, significar depender de um servidor. Um servidor externo, mas um servidor de qualquer forma. No entanto, é cada vez mais comum que empresas invistam em servidores internos próprios.

Esse investimento evidentemente é capaz trazer muitos benefícios para o trabalho como um todo, incluindo mais segurança e controle sobre os arquivos. Todavia, nem tudo são flores. E qualquer servidor interno ou externo pode ser alvo de um ataque hacker. E você sabe quais são as consequências disso?

Imagine que um belo dia você descobre que todo o seu trabalho guardado no servidor sumiu ou foi raptado por hacker que agora te pede um resgate em dinheiro de um valor que você não tem. O que você faz? Fecha a empresa?

Em primeiro lugar é preciso entender que não há garantias de que o criminoso devolva seus arquivos mesmo que você pague o resgate para ele. A única solução é a prevenção. Você precisa estar preparado para caso algum dia isso aconteça. E para ajuda-lo com isso, veja as dias abaixo.

Faça back-ups

Uma das maneiras mais eficazes de proteger os seus dados e arquivos é tendo um backup extra de tudo que é salvo no servidor. Para fazer isso nada como uma potente HD externa sendo alimentada com uma cópia de cada arquivo e alteração que é feita nos dados que se encontram no servidor.

Pense novamente naquela situação do sequestro dos dados. Se você tiver uma cópia dos arquivos que estavam no servidor, em uma HD externa, talvez você não perca mais do que um dia de trabalho, dependendo de quantas vezes por semana você faça esse backup.

Suspeite de e-mails, websites e aplicativos

Lembra-se do que a sua mãe dizia sobre não interagir com estranhos? Essa lógica também se aplica perfeitamente a internet. A realidade é que a internet está cheia de links maliciosos. Sites falsos, SPAMs que te encaminham para armadilhas de cartão de crédito e até mesmo aplicativos maliciosos que buscam uma forma de se instalarem no seu computador.

A recomendação é que você desconfie de qualquer link estranho, de qualquer remetente que você não conheça e, jamais, em hipótese alguma faça o download e instale um arquivo EXE. só porque algum site pediu. Ainda mais se este arquivo vier por e-mail.

Tome também cuidado com os sites que você acessa. Geralmente os sites seguros possuem o protocolo (http://), e logo no início do endereço do site aparece em cadeado verdinho indicando ser um site seguro.

Caso o site não aparente ser seguro, mesmo sendo de alguma instituição muito conhecida, como de algum banco, deixe ele imediatamente. As chances de ser um site falso criado para ter a mesma aparência de outro site real são muito grandes. E geralmente é nesses que eles roubam suas informações pessoais e até de cartão de crédito.

Use antívirus

Talvez isso nem precisasse ser dito, porém nunca é demais repetir algo de grande importância. A verdade é que ter um bom antivírus é essencial para a sua segurança. Ele poderá detectar arquivos maliciosos e às vezes até alertar sobre sites suspeitos.

Todavia, é importante frisar que as soluções gratuitas não são as mais indicadas para uma empresa, ainda mais se a intenção for proteger um servidor de uma possível invasão. Nesse ponto a economia poderia ser prejudicial. É preciso fazer algum dispêndio de dinheiro para se adquirir um bom antivírus. Não economize com a sua segurança virtual!

Sempre faça atualizações

Outra medida essencial para manter o seu computador e servidor seguros e protegidos contra invasões, é sempre estar a par das atualizações mais recentes para o seu sistema operacional e as aplicações que você utiliza. As atualizações servem para corrigir erros e brechas no código do sistema, portanto, não as postergue.

Verificar listas na internet

Também existe a possibilidade de você estar utilizando um e-mail que cujos dados já foram vazados seja lá por qual motivo. O fato é que para fazer cadastros em sites nós precisamos de um e-mail. E não podemos saber exatamente o que estes sites fazem com as informações que depositamos neles. E se tem uma coisa que vira e mexe acontece é ao vazamento de informações pessoas por grandes empresas.

Se você quiser é possível verificar se o seu e-mail e cadastro em algum site tenham sido comprometidos. Existem algumas aplicações que fazem isso, e uma delas é o site https://haveibeenpwned.com. Basta você digitar o seu e-mail e apertar o botão. O site automaticamente irá verificar se o seu e-mail foi vazado de algum cadastro de um site que você tenha utilizado ele.

A recomendação em caso positivo de seu e-mail ter sido vazado é a de fazer um novo e-mail.

A senha é 123456

Se o subtítulo acima acertou alguma senha que você utiliza, mude-a imediatamente. E não vale variações como 123456789 e 1234, ok? Senhas fracas são um dos grandes chamariz para hackers.

O recomendado é que você tenha uma senha diferente para cada cadastro, site e aplicação que você utiliza. Nada de senhas universais.

Também é preciso ter em mente que as senhas precisam ser fortes. É correto é que elas contenham letras maiúsculas, minúsculas, números e caracteres especiais. Quanto menos sentido elas fizerem, melhor. Em outras palavras: nada de colocar a sua data de aniversário, ou da sua mãe ou de alguém que você conheça.

Você pode gostar de: Tudo que você precisa saber sobre segurança dos dados

E aí, gostou das dicas? Então curta a nossa página no Facebook e Linkedin para acompanhar mais conteúdos que ajudarão a sua empresa a lucrar mais!

Equipe Ciclum