Tudo que você precisa saber sobre backup

Tudo que você precisa saber sobre backup

janeiro 15, 2020 0 Por Consultoria Ciclum
Spread the love

Existem muitos motivos para não nos sentirmos seguros em um determinado lugar, no entanto, existem determinados espaços que fazem a gente correr ainda mais perigo. Esse mesmo conceito, por sua vez, pode perfeitamente ser aplicado a internet. Substitua pessoas por dados ou informações. A única maneira de garantir a integridade desses dados ou informações é transferindo-os para outro lugar, um lugar mais seguro. E este processo tem um nome: backup.

A partir de agora você começará a entender tudo que você precisa saber sobre essa prática que é imprescindível para a segurança do seu negócio.

Mas o que é backup?

Resumidamente podemos definir o backup no ato de transferir informações de um ponto inicial para outro ponto que é mais seguro que o ponto inicial. E nesse caso estamos falando tanto de pequenos arquivos como de discos rígidos inteiros, para um local secundário de armazenamento, que na teoria é muito mais protegido contra ameaças externas.

Há quem pense no backup exclusivamente relacionado no ato de transferir arquivos para um Pen Drive ou um HD Externo, todavia, o backup não se resume apenas a compartimentos físicos de armazenamento de dados. Na realidade, atualmente está se tornando cada vez mais comum o backup em nuvem.

Backup em nuvem?

A nuvem é um espaço online capaz de guardar um grande número de informações. E não apenas isso, ela possui alguns diferenciais de praticidade bem grande relacionados principalmente a sua segurança e velocidade.

Um exemplo disso é que para acessar as informações que lá estão guardadas, ou mesmo para guardá-las lá, é necessário ter autorização para isso, impedindo que qualquer um o faça. E há também a velocidade com que as informações podem ser guardadas: você pode fazer isso a qualquer momento, sem que o fluxo de trabalho precise ser interrompido.

Mas o backup é realmente importante para a minha empresa?

Essa pergunta poderia facilmente ser respondida com um simples e sonoro sim. Mas isso não seria o bastante. É necessário entender a importância que o backup tem para uma empresa, seja ela pequena, média ou grande. E o que acontece se você não estiver com o seu backup em dia.

Você já entendeu que backup consiste em transferir informações de um lugar outro que seja mais seguro, correto? E se por um acaso isso não for feito? É justamente ai que começa o Perigo.

Se você trabalha conectado com a internet e tem um servidor internet, isso significa que o seu servidor pode perfeitamente ser o alvo de um ataque hacker. E é justamente no servidor que estão absolutamente todas as informações da empresa.

Agora, o que você acha que um hacker iria fazer se tivesse acesso a todas essas informações? Resposta: ou ele iria deletá-las ou então pedir um resgate em dinheiro e, depois de ser pago, deletá-las. O fato é que não há garantia nenhuma de que esse hacker fosse devolver suas informações.

Todavia, se você tiver um sistema de backup, mesmo que um hacker invada seu servidor, você provavelmente só perderá o seu trabalho mais recente. Depende muito de quantas vezes por semana o backup é feito. Caso seja todo dia, você só perderá um dia de trabalho. Mas antes um dia de trabalho do que anos, não é?

Tipos de backup

Nem todos os processos de backup são iguais. Existe algumas diferenças em relação a quantidade de informações e necessidade de armazenamento. Ou seja, sabendo escolher o backup correto, seus dados terão uma maior chance de serem otimizados.

A questão é que cada informação, cada dado tem uma importância diferente. Claro, todas as informações têm a sua relevância, mas convenhamos que algumas tem mais que outras. Vamos falar agora sobre os tipos de backups.

  • Backup completo: esta opção de backup geralmente é a padrão, e significa basicamente fazer um backup de todas as informações do servidor, sem exceções. E como são todas as informações, isso acarreta em uma possível demora no processo, que se torna maior e mais lento.
  • Backup incremental: consiste em fazer o backup apenas dos dados alterados desde o último backup (completo ou incremental). Essa modalidade é ideal para quem quer agilidade, pois por copiar menos informações, torna o processo muito mais rápido. (No entanto é ideal que seja acompanhada do backup completo.)
  • Backup incremental contínuo: é semelhante ao incremental, porém é como uma versão melhorada, pois o processo de recuperação dos dados é automatizado, não havendo necessidade de verificar qual banco de dado precisa ser recuperado. Sua funcionalidade é parecida com o completo, porém necessitando de menos espaço.
  • Backup diferencial: é parecido com o backup incremental, no entanto, o que muda é que os dados copiados são apenas os alterados. E sua funcionalidade é por períodos, já que armazena apenas os dados diferentes em relação ao backup completo.

Conclusão?

Se você não quer arriscar perder o seu trabalho, perder dinheiro, perder clientes e credibilidade, você precisa neste exatamente momento começar a investir em uma solução de backup. Não é apenas uma questão de segurança, é uma prioridade. Se as informações que a sua empresa guarda não estiverem seguras, a sua empresa não estará segura.